32.9 C
Ilha Solteira
quarta-feira - 28 fevereiro - 2024
HomeCidadeMoradora encontra escorpião em alface comprada em Ilha Solteira

Moradora encontra escorpião em alface comprada em Ilha Solteira

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

Uma moradora encontrou um escorpião em uma alface comprada em um estabelecimento comercial de Ilha Solteira. A espécie é a amarela, cujo veneno pode matar.

O moradora disse que comprou o alface e, ao chegar em casa, quando foi limpar, encontrou o escorpião. Ele era de porte pequeno (talvez um filhote) e ainda estava vivo.

Não é a primeira vez que isso acontece na cidade. Muitos casos já foram registrados, principalmente de verduras provenientes da zona rural, onde a existência de escorpiões é maior, já que possui muita matéria orgânica, propícia para a proliferação dos aracnídeos.

Os escorpiões, em alguns casos, são transportados nas verduras que são comercializadas em estabelecimentos da cidade. São vários os relatos de pessoas que encontraram o aracnídeo em alfaces e rúculas, por exemplo. Por isso, a Vigilância orienta para que os consumidores tenham cuidado, para evitar acidentes. “A orientação é que, na compra dos produtos, a pessoa faça uma análise já no estabelecimento. E, em casa, faça uma separação minuciosa das folhagens, com cautela, para evitar acidentes, por que o escorpião pode estar preso em uma alface, rúcula ou outra verdura”, informou a Vigilância Sanitária.

Perigo
O escorpião amarelo, que é o que vem sendo encontrado com frequência em Ilha Solteira, é a principal espécie que causa acidentes graves, com registro de óbitos, principalmente em crianças. Ele possui as pernas e a cauda amarelo-claro e o tronco escuro. Mede até 7 cm de comprimento e tem capacidade de autoreprodução (só existem fêmeas e todo indivíduo adulto pode reproduzir sem a necessidade de acasalamento). Por causa da adaptação a qualquer ambiente, uma vez transportado de um local a outro, instala-se e prolifera com muita rapidez. O escorpião amarelo é carnívoro. Alimenta-se de baratas, aranhas, podendo ocorrer inclusive canibalismo. Sobrevive sem alimentação por um tempo prolongado.

Em caso de picada por escorpião, procurar imediatamente orientação médica para avaliar a necessidade de tratamento do acidente.

Bloqueio
A Vigilância Sanitária informou que precisa ser comunicada, para que ações de combate ao escorpião possam ser tomadas.

Quando comunicado, o órgão explica que vai até o local para verificar se há locais que facilitam a proliferação do escorpião e orientar o morador sobre combater o aracnídeo. “Pode acontecer do problema não estar na casa onde um escorpião apareceu, mas em um vizinho. Por isso é importante fazer essa comunicação, para que possamos fazer o bloqueio”, informou a Vigilância.

A Vigilância explica que, se for possível levar o escorpião localizado até o órgão, melhor. Mas isso não é uma exigência. Basta ir até a Vigilância, para o preenchimento de um formulário, para que as ações possam ser tomadas.

A Vigilância Sanitária agora funciona em novo endereço, no Passeio Niterói 222/224, junto com o CEREST. Os telefones são 37436042 ou 37431899.

 

Siga o ilhadenotícias.com no Facebook clicando aqui e aqui, no Instagram aqui, no youtube aqui e no twitter aqui

Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome

O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

OUTRAS NOTÍCIAS