32.5 C
Ilha Solteira
sábado - 24 fevereiro - 2024
HomePrefeituraCom aumento de população em situação de rua, Prefeitura fará audiência pública

Com aumento de população em situação de rua, Prefeitura fará audiência pública

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

Diante do aumento da população em situação de rua e, consequentemente, dos problemas provocados por isso e da crescente cobrança por soluções, a Prefeitura de Ilha Solteira, por meio de três secretarias, irá realizar uma audiência pública. O evento será aberto à participação de toda a população.

A situação não é nova, mas vem ganhando contornos inéditos. Mas do que social e de saúde (alimentação, higiene pessoal, cuidados básicos, entre outros), vem se tornando um problema de segurança e até de atentado ao pudor (veja alguns casos abaixo). Por isso, no meio de uma discussão até onde vai a responsabilidade legal de cada parte envolvida, cresce na população a cobrança por uma solução.

A audiência será realizada nesta quarta-feira (24), a partir das 19h, na Câmara de Ilha Solteira, pelas Secretarias de Assistência Social, Saúde e Segurança, três áreas da Prefeitura que estão mais diretamente envolvidas com o problema.

Em entrevista ao ilhadenoticias.com, a secretária de Assistência Social, Cátia Buzola, disse que audiência servirá para que cada secretaria explane até onde vai a responsabilidade de cada pasta em relação à população em situação de rua, além de apresentar as ações que já vem sendo tomadas. “Queremos discutir com a população o problema, além de soluções. Por isso, a importância que todos participem. Até para ver se o que cobram, cabe à Prefeitura.

E tentar tirar dessa audiência, soluções legais que podem ser adotadas. Dentro daquilo que for legal fazer, nós vamos fazer”, disse a secretária.

Problemas
Não são poucos os casos envolvendo alguns moradores em situação de rua, que vem tendo grande repercussão na cidade.

No mais recente, na área conhecida como Lanchódromo, que fica entre duas escolas, uma mulher, em plena luz do dia, abaixou a calça e urinou próximo a um estabelecimento, cena presenciada por várias pessoas. O ilhadenoticias não conseguiu confirmar se, no dia, o banheiro que existe no local, que é público, estava fechado.

Também neste mês, duas mulheres foram ameaçadas e xingadas por dois homens, em frente à Feira Norte, na zona norte de Ilha Solteira, local onde vem se concentrando a maioria daqueles que estão em situação de rua.
As mulheres assavam em frente à Feira, quando dois homens começaram as ameaças dizendo: “dá dinheiro senão vamos te pegar”. Elas negaram o dinheiro e aceleraram o passo, mas as ameaças continuaram. Um deles chegou a mostrar um cinto e disse que bateria nelas caso não dessem dinheiro. Elas, ainda, foram chamadas de “vagabundas” pelos dois homens.

Em abril, uma briga entre duas pessoas em situação de rua deixou um homem ferido. Ele foi atingido na cabeça por um tijolo.
A vítima disse que estava dormindo, no estacionamento entre a Feira Livre e uma igreja, na zona norte de Ilha Solteira, quando foi atingido na cabeça por um tijolo. Ele alega afirma que quem jogou o tijolo foi uma mulher, que também convive no local. O motivo não foi informado.

Em fevereiro, representantes de uma igreja evangélica, localizada na zona norte de Ilha Solteira, procurou a Polícia para reclamar que pessoas em situação de rua, que estão praticamente morando em frente ao local onde ela funciona, estariam assustando fiéis.
Um representante informou que há algum tempo, pessoas em situação de rua passaram a ficar dia e noite na frente da igreja. Durante os cultos, eles se deslocam para um estabelecimento ao lado (um bar), onde ficariam gritando e fazendo algazarra.
Além do mal cheiro no local, o representante também reclama que essas pessoas tentam inibir os fiéis. A responsável por abrir a igreja no período da manhã, inclusive, desistiu do serviço por medo. “Os fiéis estão com medo de frequentar a igreja, e o direito de ir e vir deles está sendo cerceado, assim como das vítimas (representantes da igreja), que seguem com medo constante dos andarilhos, visto que eles intimidam quem chega no local”, disse o representante.

Ele afirma, ainda, que uma mulher que integra o grupo chegou a abaixar a roupa na frente dos fiéis e a urinar e defecar na frente da igreja.

Siga o ilhadenotícias.com no Facebook clicando aqui e aqui, no Instagram aqui, no youtube aqui e no twitter aqui

Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome

O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

OUTRAS NOTÍCIAS