O Mais Acessado!!
whatsapp

(18) 99132.5461

A saída dos médicos cubanos está comprometendo o atendimento nas Unidades de Saúde de Ilha Solteira?

Sim - 58.9%
Não - 41.1%

Total de Votos: 56
The voting for this poll has ended ligado: 30 Nov 2018 - 00:00

Bombeiros capturam cutia em casa da zona sul

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

Bombeiros capturaram uma cutia em uma casa do Passeio Sorocaba, na zona sul de Ilha Solteira, na tarde deste sábado (30). E, apesar de pequeno, o animal deu trabalho para ser capturado.

 

A cutia percorreu um longo caminho até ser capturada. Ela foi vista por adolescentes que jogavam no campo que fica entre os Passeios Recanto e Mococa. “Ela passou correndo pelo campo”, disse um dos adolescentes.

Eles passaram a perseguí-la, na tentativa de capturá-la. O animal acabou parando na Alameda São Paulo, em frente a viela de 100 do Passeio Sorocaba. Cercada, ela acabou entrando em uma das casas. Foi quando os bombeiros foram acionados.

Apesar de pequena e bastante cansada, o cutia deu trabalho aos bombeiros até ser capturado. O animal foi solto em um habitat natural.


Cutia - A cutia (Dasyprocta leporina) é um roedor que pertence à família Caviidae. De pequeno-médio porte, atinge cerca de 50 cm de comprimento. A cor é meio parda, com tons brilhantes em amarelo e pelos mais avermelhados na parte traseira do corpo.

As pernas são finas e altas para um roedor. O corpo, por sua vez, é grosso. Tem uma cauda pequena quase imperceptível no animal.

A espécie ocorre em matas e florestas verdes que são úmidas e apresentam baixa altitude.

A cutia tem hábito diurno, porém pode alterar suas atividades quando submetida a predadores ou ainda à interferência humana. Usa ocos de árvores ou buracos na terra para se esconder quando se sente ameaçada.

Alimenta-se de frutas e sementes e costuma cavar e estocar os alimentos no solo para consumir futuramente em época de escassez. Desta forma, a cutia acaba auxiliando no reflorestamento da mata em que vive. A espécie é considerada muito importante também por ser grande dispersora de sementes ao longo dos locais que habita.

As cutias andam sozinhas ou pares monogâmicos com sua prole e formam casais em períodos de maior disponibilidade de alimentos.

A gestação varia de 104 a 120 dias e a fêmea tem em torno de dois filhotes, podendo ter até duas gestações ao ano. Os bebês nascem peludos e com os olhos abertos e pesam em torno de 200 gramas.

A espécie ocorre no Brasil, em outros países da América do Sul e na América Central.


Siga o ilhadenotícias.com no Facebook clicando aqui e aqui, no Instagram aqui, no youtube aqui e no twitter aqui


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Google+