ilhadenotícias - #anuncie!
whatsapp

(18) 99132.5461

Os retornos da Avenida Brasil devem ser reabertos?

Sim - 72.9%
Não - 27.1%

Total de Votos: 328
The voting for this poll has ended ligado: 11 Mar 2018 - 00:00

Com 8,8º C, Ilha tem o dia mais frio do ano

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

Ilha Solteira registrou na manhã deste domingo (20). Às 6h01, a mínima de 8,8º C, a mais baixa de 2018. A informação é da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP de Ilha Solteira, que monitora o clima na cidade e região.

A temperatura, de acordo com o portal www.tempoagora.com.br, deve permanecer baixa durante toda a semana. Nesta segunda-feira (21), por exemplo, a mínima deve chegar a 9ºC. E, na terça (22) e quarta-feira (13), 10º C.

Não chove em Ilha Solteira há 48 dias (mais de 10 milímetros), mas a umidade relativa do ar aumentou, se aproximando da mínima de 50%. Mas pode voltar a chover no próximo final de semana, mas em baixa quantidade.


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Por prédios da CESP e sede da usina, grupo quer mobilizar população

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

O grupo que reúne representantes da Prefeitura, Câmara e diversos segmentos da comunidade, quer mobilizar a comunidade por apoio às reivindicações pelos prédios da CESP, que vem sendo reivindicados pelo Município, e para que a usina volte a ser sediada em Ilha Solteira.

Um material publicitário vem sendo preparado, com informações sobre os assuntos. Além disso, atos na cidade podem ser organizados, inclusive em parceria com outros Municípios da região. “Vamos fazer uma mobilização, ações para mobilizar a cidade em torno dessas demandas, para tentar sensibilizar os políticos e atendam as nossas reivindicações”, disse o prefeito Otávio Gomes (DEM).

Otávio vem solicitando, para a CESP e o Governo do Estado, que o Município mantenha sob seu controle, os imóveis que hoje são ocupados por diversas instituições de Ilha Solteira, que podem ser envolvidos em uma provável privatização da CESP, o que o Governo Municipal vem tentando evitar.

São vários os imóveis em jogo, hoje ocupados pela UNESP (antigo Centro de Treinamento), UNIESP, Colégio Anglo, GRECEL, Clube SEIS, antigo Laboratório de Engenharia Civil, entre outros. A proposta inicial é que esses imóveis seriam doados para o Município. Mas, devido a eminente privatização da estatal, a empresa paulista teria “desistido” da negociação.

O prefeito também já pediu que o Governo do Estado acione a justiça para recuperar a sede da usina de Ilha Solteira que, após mudança feita pelo Ministério de Minas e Energia, passou a ser sediada na cidade de Selvíria, no Mato Grosso do Sul.

Por decisão do Ministério da Minas e Energia, baseado em parecer do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou que a usina de Ilha Solteira está localizada em Selvíria, no Mato Grosso do Sul, e não em Ilha Solteira, o domicílio fiscal “passou” para a cidade vizinha. Já o Instituto Geográfico e Cartográfico de São Paulo (IGC) diverge dessa posição.

A expectativa é que a campanha de mobilização da população ganhe as ruas até o final do mês


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Valdeci afirma que ônibus contratados pela Prefeitura são velhos, com péssimas condições de manutenção e sem licenciamento

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

Vereador Valdeci Ferreira Lima

 

O vereador Valdeci Ferreira Lima (PV), através de requerimento enviado ao prefeito Otávio Gomes (DEM), está solicitando esclarecimentos sobre as péssimas condições dos ônibus escolares terceirizados, que fazem o transporte de alunos da zona rural. Eles estariam circulando com os licenciamentos vencidos e seriam mais velhos do que exige a especificação contratual.

 

Valdeci denunciou que, pelo menos, dois ônibus utilizados pela empresa no transporte, não atendem as exigências contidas no edital. Além disso, estariam com o licenciamento vencido. Um tem data de fabricação de 1999 (a exigência é 2007) e estaria com o licenciamento vencido desde 2016. O outro é de 2005, com o licenciamento vencido em 2014. Os veículos também teriam menos lugares que o determinado (24 e 36 lugares, respectivamente, quando o exigido é, no mínimo, 40). “Quero saber quem é o responsável por liberar esse transporte. Se é que eles estão verificando. A lei é clara. Tem que ter, no mínimo, dez anos de uso. Quem está permitindo que os ônibus circulem nessa situação?”, disse o vereador Valdeci.

Valdeci afirma que não entende como a Prefeitura aceita essa situação, sem tomar providências. “Nós não podemos aceitar isso passivamente. Como pode aceitar um negócio desse? Ninguém falar nada? É uma pouca vergonha”, afirmou Lima.

O vereador afirma que não aceitará a alegação de que esses ônibus estariam encostados ou não estariam sendo utilizados pela empresa. “Faça-me o favor. Acompanhei isso a semana passada, acompanhei isso hoje (segunda). É um descaso”, disse o vereador.

Valdeci disse que o prefeito pode até não saber o que vem ocorrendo, mas sabe quem são os responsáveis por fiscalizar as irregularidades. “E se acontece um acidente com esses ônibus? Porque esses ônibus estão rodando? A Prefeitura está pagando por um trabalho e recebendo outro. Quando é conveniente, a Prefeitura cumpre a Lei. Mas não segue, quando não é”, afirmou o vereador.

Valdeci disse que irá esperar uma manifestação oficial do prefeito Otávio Gomes (DEM), para tomar as providências necessárias.


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome

 

O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Douglas Cossi Fagundes Da Redação

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

Ilha Solteira já vacina parte da população contra a gripe. Para evitar tumulto, a campanha foi dividia em etapas. Idosos e os profissionais de saúde são os primeiros.

 

De acordo com cronograma divulgado pela Prefeitura de Ilha Solteira, a partir desta segunda, só estão sendo vacinados idosos mais de 60 anos e trabalhadores da área de saúde. A partir do dia 2 de maio, também serão imunizados crianças entre seis meses e cinco anos de idade incompletos, gestantes, mulheres que tiveram filho recentemente (até 42 dias após o parto). Doentes crônicos e professores serão vacinados a partir de 9 de maio.

Em Ilha Solteira, a meta é vacinar mais de 6 mil pessoas. Idosos são maioria, 3630, seguido por crianças, 1209.

A vacinação acontecerá na UBS 3 e nas unidades do Programa de Saúde da Família do Passeio Palmares, do Bela Vista, do Jardim Aeroporto e da zona sul.

Além de proteger contra a gripe comum, a vacina também protege contra a gripe suína (H1N1).

Para os grupos que não foram considerados prioritários, a vacinação não deve ser liberada.

A contraindicação da vacina é para quem tem alergia severa a ovo.


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Buracos são cobertos em “ruas problemáticas”, mas caos persiste em boa parte da cidade

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

A Prefeitura já cobriu buracos em “ruas problemáticas”, como a Rua 15, do Jardim Aeroporto. Mas como o serviço é lento, o caos ainda persiste em boa parte da cidade.

A chamada operação “tapa-buracos” foi iniciada em dezembro, mas teve que ser interrompida devido a chuva. Como o período chuvoso se prolongou, ela só foi retomada no dia 18. Mas foi novamente interrompida. Nesse “vai e vem”, os buracos só aumentam em vias que já estavam bastante esburacadas.

O serviço chegou a ruas onde o problema era caótico, como a 15, no Jardim Aeroporto, a Pelotas, no Morumbi e a Carolina, no Bela Vista. Nesta última, moradores chegaram a colocar plantas nos buracos para chamar a atenção para o problema. Mas segue longe de uma solução em boa parte da cidade.

Há ruas esburacadas em todas as regiões de Ilha Solteira. Em algumas, a quantidade de buracos é tamanha, que exige atenção redobrada dos motoristas, principalmente motociclistas.

A Prefeitura não divulgou o cronograma do serviço e nem até quando pretende solucionar problema em toda a cidade.


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Sub-categorias

Google+